O que falta é o Amor

No domingo 10/09/2017 foi divulgado o vídeo do abraço do Papa Francisco a Consuelo del Socorro Córdoba, a mulher que, depois deste encontro, desistiu de praticar a eutanásia devido às graves doenças que foram desencadeadas depois de ataque com ácido que ela sofreu em 2001.
A mulher, que tem toxoplasmose – uma infecção muito grave que afeta o cérebro – teve que fazer 87 cirurgias, mas ainda faltam 6 para completar o tratamento. Ela só pode ingerir alimentos líquidos.
O encontro com o Papa Francisco ocorreu na Nunciatura Apostólica em Bogotá, em 9 de setembro, durante a sua viagem apostólica à Colômbia.
Segundo informou ‘Noticias Caracol’, o responsável pela segurança do Santo Padre chamou Consuelo entre uma multidão e a levou para a Nunciatura. Ao chegar, a mulher admirada observou o Papa Francisco, que lhe dava indicações de uma janela.
“Então, ele me viu e fez assim, e eu disse obrigada meu Deus, porque ele veio a mim. E quando ele saiu, eu me levantei e ele me abraçou. Abraçou-me. Eu lhe contei sobre a eutanásia que iam praticar em mim no dia 29 de setembro em Teusaquillo”, contou a mulher à mídia colombiana.
Consuelo já tinha um apoio legal da Universidade do Rosário, do médico que lhe aplicaria a injeção letal e inclusive das pessoas que iam pagar o seu túmulo. Entretanto, após conhecer o Papa e receber a sua benção ela mudou de ideia.
“Definitivamente não, adeus eutanásia. Agradecerei ao Dr. Gustavo Quiñones pela sua injeção”, assinalou Consuelo.
Em declarações à CNN, a mulher garantiu que o encontro com Francisco a “mudou totalmente. Agora eu quero viver e preciso que o mundo inteiro saiba”.

 

Fonte: ACI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *